contato@assai.pr.gov.br | (43) 3262-1313

Webmail

PAULO KONO UM PAULISTA QUE SE APAIXONOU POR ASSAÍ


Postado em: 11/08/2015

Minha história assaiense se inicia em 02/08/1947, quando desci à cavalo na Avenida Rio de Janeiro e fui atrás de alguém, perto onde hoje é a escola Rotary para pedir um copo de água, e a resposta que tive: moço vai lá no córrego e tome seu gole d’agua, nunca esqueço do que era essa natureza que dava tudo para aqueles que aqui chegavam com um sonho de fazer fortuna, , este chão que eu adoro tinha todos os comércios e casas eram de madeira e a avenida Rio de Janeiro era toda de terra, pois estava sendo desbravada com a história do nosso povo.

Eu morava na fazenda Cristal – Quatá-SP, e fiquei muito admirado de ver este céu que cobria a tradição viva do povo japonês, que se adaptava a terra do sol nascente que era uma terra de muita fartura, que marcava esse chão de diferentes culturas valorizando a formação da nossa gente.

 Na avenida o espetáculo era, duas rodas de carroça, animal que andava no trilho da roda destas carroças com tijolos para construir a cidade que estava nascendo, recordo-me de pouco comércio, a cooperativa agrícola de Assaí já existia, tinha como médico o Dr. Domingos Julião, o prefeito era Sr. Frederico Prudêncio de Andrade. Fui morar um tempo depois no Sítio Agua do Tamanduazinho, e depois para onde moro ate hoje, no sitio Agua Bonita, na divisa com a secção Guarucaia. Nessa época tinha muitas charretes, bicicletas, e muita gente andava a pé e a cavalo, a plantação era de café, algodão, milho e arroz, e já começa o transporte de caminhão, de jardineira e muita gente que vinha para trabalhar e retirar o sustento dessa terra, quando chovia o caminhão era acorrentado no pneu traseiro, tivemos muitas dificuldades mas queríamos vencer.

Destaco a importância da minha vida, do meu amor pelas crianças do grupo escolar João Ribeiro Junior, em que 1969 Takao Aoki instituiu a Associação de Pais e Mestres, nossa vida foi sempre em favor de orientar a saúde, e a educação das crianças de nossa secção. Tenho com muito respeito lembranças dos grandes padres que tive a oportunidade de trabalhar na capela Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, como Pe. Marcos, Pe. Honorio e Pe. Pedro, onde fui coordenador por um período de 10 anos. Amo a minha gente pois essa terra dá tudo o que plantei, os peixes que trás o grande alimento para nossas vidas. 

Gosto de viver perto daqueles que são solidários aos sofrimentos das pessoas, e muito tenho que fazer ainda para ajudar. Adoro trabalhar em minhas terras e tirar o sustento para minha família e aqueles que precisam de mim. Deus é meu tudo, vivo na minha comunidade religiosa que represento juntamente com meu queridos padres, que Deus abençoe a todos, em viver e amar essa terra que dá fruto e prosperidade.

Mensagem: Tenho somente o 4º ano primário, mas sou um homem feliz, abençoado pela sabedoria e proclamei ao meu Deus a vitória de nossa gente, desejo a todos que confiem em seu mestre, pois ele tem a resposta para todos os problemas, como observamos as profecias do infinito e peço a todos que respeitem seus professores e confiem no ensino que eles tem em desenvolver suas vidas. Amo de paixão a minha terra.

Mais notícias