contato@assai.pr.gov.br | (43) 3262-1313

Webmail

Luiz Ribeiro - O mineiro de 100 anos, amado e respeitado por todos os assaienses!!


Postado em: 01/05/2016

Luiz Ribeiro, nascido em São Gonçalo – MG no dia 20/06/1915, chegou em Assaí no ano de 1945, veio com a mulher, o sogro e duas filhas, e hoje tem 12 filhos, dos quais 11 estão vivos, com 36 netos, 49 bisnetos e 3 tataranetos.

Há 70 anos moro aqui em Assaí, vivi a vida toda da agricultura, de onde tirei o sustento para os meu 12 filhos, hoje 11, porque 01 já morreu... em 1945 quando eu cheguei, aqui tinha muito mato, a plantação era de muito café e depois veio o algodão, onde todos trabalhavam, aumentando o crescimento. A maioria eram japoneses, e contavam que o caminho para Jataizinho era feito por “ picada” no meio do mato.... lembro do campo de futebol, onde hoje é o posto Matsubara, as casas eram de madeiras e cercadas com balaustras, tinha os “ secos e molhados” onde a gente comprava as mercadorias, tinha muita carroça... aos domingos eu costuma ir na igreja Congregação Cristã, que era de madeira, perto de onde hoje é o posto de saúde central, nuca fui num cinema, sempre tive muitos amigos em Assaí, como o Zico Candido, que também está  “beirando” os 100 anos. Quase não dei estudos para os meus filhos, e hoje estão todos esparramados pelo mundo... Naquela época tinha muita fartura, a terra era nova e produzia muito.... lembro do Banco do Estado do Paraná... Minha paixão sempre foi pescar, gostava de comer rapadura, carne de porco, farinha de mandioca e um “golinho” de cachaça para abrir o apetite.... Toquei café na propriedade do Sr. Tomotada Ikeda,também trabalhei muito tempo para o Chiquinho Akagui, morei na secção Figueira onde trabalhei até os 65 anos na roça, e vim para a cidade, onde trabalhei por mais 10 anos como zelador na Transparaná... Hoje sou aposentado e muito feliz, moro com minhas duas filhas, Vicentina e Lourdes Ribeiro, e é muito bom estar vivo para poder contar um pouco da minha história para vocês, queria lembrar mais coisas, mas as lembranças vêm e logo tudo se apaga, Ainda lembro que a 10 anos atrás eu ainda fazia caminha pela Av. Rio de Janeiro .... são muitos anos é muito difícil de recordar tudo... Logo quem perguntar do Luiz, ele estará no cemitério.....

Mensagem: Todos deveriam se conhecer e se amar, respeitando para termos uma vida feliz..

Mais notícias